Kindle Paperwhite - Uma positiva surpresa


E em tempo pandêmico o clima ocioso tem crescido mais. É um misto de sentimentos que nos acompanham dia após dia e pelo jeito está longe de acabar (então fique em cassa, meu bem). Permeando entre séries, filmes, jogos e leituras para me distrair ou fugir do pessimismo, dei-me conta da falta de praticidade em ler livros físicos, seja em casa ou fora dela (quando podíamos sair). Por isso resolvi investir em um Kindle, leitor digital de eBooks produzido e vendido pela Amazon.

Dentre as três opções disponíveis da 10ª geração, optei por pegar o Kindle Paperwhite, que tem uma tela antirreflexo de 300 ppi, 8GB de memória interna (também disponível com 32GB), 5 luzes LED para auxiliar na leitura em ambientes muito escuros ou com demasiado sol, e com resistência à água. Fiquei surpreso ao abrir a embalagem e notar que o aparelho já estava ligado - a tela é tão nítida e simula o papel de uma forma tão fidedigna que eu pensei ser um adesivo colado.

A configuração foi bem simples e intuitiva, e no próprio aparelho há um guia de instruções para que você possa aprender a utilizar todos os recursos. Como brinde ganhei 2 meses grátis de Kindle Unlimited, uma assinatura mensal que disponibiliza milhões de livros sem custo adicional (fiz questão de baixar Sacanas do Asfalto e  Enquanto Eles Não Vêm, obras do meu amigo Robson Gundim - super indico para quem gosta das obras do Tarantino e jogos de survivor horror). 

A leitura é totalmente confortável aos olhos e a bateria pode durar por semanas! Para evitar qualquer acidente eu adquiri também uma capinha própria para esse modelo de Kindle, original da marca. A case é revestida em tecido, sua cor vibrante deixa o visual do aparelho mais despojado e é também resistente a água. Pode carregar sem medo na sua mochila que a tela não arranha, não suja e muito menos faz a bolsa pesar. E por falar em tela, a capinha tem um ímã que se prende ao fechar, além de ativar o descanso de tela automaticamente (após configuração).

Os produtos foram comprados no próprio site da Amazon, obviamente, com valores não tão baratos mas que fazem jus aos itens. O Kindle Paperwhite me saiu por R$ 499,00 e a capa por R$ 99,00. Fiquei extremamente satisfeito com a qualidade dos pedidos e com suas funcionalidades prometidas. Ainda tenho alguns livros físicos que preciso ler, mas o Kindle é tão mais leve e prático que eu fico na dúvida em comprar mais livros de papel no futuro. Dê uma chance a esse simpático aparelhinho!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Críticas positivas ou construtivas serão muito bem-vindas!
Sem ofensas, por favor! De ruim já basta a vida, rs

Instagram